ABELARDO SOUSA

ABELARDO SOUSA | Patrono da Cadeira nº 23 | Acadêmico: Alberto Heller | É considerado um dos grandes líderes da cultura catarinense. Professor, pianista, compositor, maestro, jornalista e escritor, nasceu em Florianópolis em 1920 e aqui faleceu em 1986. Sua pesquisa sobre o idioma Volapük (que antecedeu o Esperanto como proposta de idioma universal), foi reconhecida pela Interlingue-Union da Holanda, e seu livro “O Sábio e o Idioma” faz parte da biblioteca dos maiores estudiosos volapükistas da Europa. Publicou crônicas, artigos e ensaios no jornal O Estado além de diversos livros. Suas composições musicais (hinos, canções para coros orfeônicos, temas para concertos e melodias populares) são conhecidas e interpretadas não somente em nosso estado. Nas Artes Plásticas, expôs no Museu de Arte de Santa Catarina uma série de gravuras retratando a Florianópolis antiga. Como disse o Acadêmico Theobaldo de Costa Jamundá, em discurso na Academia Catarinense de Letras: “Para todos nós Abelardo Sousa era o mestre e príncipe das letras. […] Enfeitiçado ilhéu, Abelardo deixou as páginas mais bonitas sobre o pedaço de Florianópolis, ainda hoje o mais açorita.”