DELMINDA DA SILVEIRA

DELMINDA DA SILVEIRA | Patrona da Cadeira nº 3 – Acadêmica: Luz Carpin | Nasceu na antiga Desterro em 27 de janeiro de 1856 e faleceu em 12 de março de 1932. Foi professora no Colégio Feminino Coração de Jesus, em Florianópolis. Sua poesia enriqueceu páginas de jornais e revistas de seu tempo, em que ela aparecia com o pseudônimo “Brasília Silva”. Também foi teatróloga. Publicou seu primeiro livro Luzes e Martírios, em 1908, cuja temática era composta por evocações cristãs como a fé, bálsamo santo etc. Cancioneiro foi o seu segundo livro, datado de 1914, uma coleção de hinos e poesias comemorativas das principais datas nacionais. Esta obra, por decreto do Governador Vidal Ramos, foi oficialmente adotada em todos os estabelecimentos de ensino do Estado. Passos Dolorosos, conjunto de sonetos retratando a via-sacra foi seu último livro, publicado em 1931, um ano antes de seu falecimento. Aos 66 anos tomou posse da cadeira número 10, na Academia Catarinense de Letras.